domingo, 26 de fevereiro de 2012

Icó


 III Conferência Municipal de Cultura de Icó


Cultura, diversidade, cidadania e desenvolvimento. Esta será a temática da 3ª edição da Conferência Municipal de Cultura de Icó.
O evento está marcado para a próxima terça-feira [28] e o Teatro da Ribeira dos Icós foi o local escolhido para reunir artistas, a Secretaria Municipal da Cultura e população local.
A sociedade e os artistas icoenses estão convidados para participar dos debates, reivindicar e discutir as políticas públicas e ações desenvolvidas pela Secretaria responsável pela área cultural. A expectativa é de traçar mais caminhos para um setor crucial no desenvolvimento de uma localidade.


* Com informações do blog Icó Cultural

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Dicas importantíssimas


5 estratégias para ser mais criativo no trabalho

São Paulo – Para acompanhar a complexidade e o ritmo alucinante do mercado atual, o conceito de inovação virou palavra de ordem dentro de qualquer empresa. Neste contexto, independente da área de atuação, sempre ganha pontos o profissional que der espaço para a criatividade em cada uma de suas tarefas.
E isso não está restrito apenas ao desenvolvimento de novos produtos ou a elaboração de campanhas de marketing bem sucedidas. De uma abordagem diferente para a solução de um problema a uma estratégia diferenciada contam para a carreira.
Mas como se manter criativo o tempo todo? Especialistas consultados por EXAME.com ensinam algumas estratégias básicas para tirar a rotina (e a visão de mundo) de dentro da caixa:
1. Abrir espaço para o absurdo
Primeira regra para matar uma boa ideia? Sufocar todo pensamento absurdo que passar por sua cabeça. Isso mesmo. De acordo com Gisela Kassoy, especialista em criatividade, a base para sair fora da caixa está em deixar o que é inverossímil tomar corpo até chegar a uma proposta palpável para a sua realidade.
“Antes de recusar uma ideia, pergunte-se: por que não?”, afirma. “Se a ideia for realmente bobagem, a pessoa pode modificar a proposta louca até transformá-la em algo viável”.
2. Tirar as algemas do pensamento
Um caminho para a “serendipitade” (tradução do neologismo "serendipity", que significa descobertas feitas por acaso) ou para, digamos, “epifanias” que podem mudar o curso de uma carreira é dar vazão para o pensamento livre, fluído.
“Esse é o tipo de pensamento que aparece quando você está tomando cerveja, correndo ou tomando banho”, diz a especialista. Ou seja, exatamente quando você está fora do foco do problema ou do contexto do trabalho.
Por isso, uma dica é: quando as ideias não fluírem, desligue-se do assunto. “A hipótese é de que ao tirar o foco do problema, você permite que o assunto saia do aspecto racional e seja interpretado com outra dimensão pelo seu cérebro”, diz o consultor Eduardo Ferraz.
Não por acaso, Ferraz adota uma postura de prevenção:não sai para uma corrida sem levar o iPhone. Se pintar uma ideia durante o trajeto, ele logo aciona o gravador do celular e salva o que veio à mente.
3. Expor-se às novidades
Não se restrinja aos mesmos ambientes e modos de pensar. Não custa tanto assim sair da caixa. Uma espiada no que empresas de outros segmentos (bastante diferentes do seu) estão experimentando pode trazer recursos valiosíssimos para o seu próprio contexto. “Procure soluções em outras áreas. Ao fazer esse elo, você vê o problema sob outro ângulo”, diz Ferraz.
Ainda nessa toada, vale também convidar pessoas novas para as reuniões. “Quando um grupo trabalha juntos por muito tempo, fazendo sempre a mesma coisa, acabam com um pensamento muito parecido. Por isso, é bom aceitar gente nova. Isso chacoalha”, diz a Gisela.
No dia-a-dia, a dica é abrir-se para o novo. Invista em relacionamentos com pessoas que não trabalham na mesma área que você, leia livros e revistas que têm pouca relação com seu trabalho, assista filmes e ouça músicas de estilos que nunca viu. Em suma: estimule-se a desbravar o mundo para além daquilo que a sua vista alcança – por enquanto.
4. Pratique brainstorm
O termo até foi banalizado. Mas, de acordo com os especialistas, se feito da maneira certa, rende bons resultados. A estratégia é simples. Chame um grupo de pessoas, descreva o problema em questão com apenas uma palavra. Peça para cada membro do grupo dizer palavras relacionadas (ou não) com o termo em questão.
“Eles irão falar coisas absurdas numa primeira rodada. Mas uma palavra será ponte para outra e, na terceira ou quarta rodada, você enxergará o problema por outro ângulo”, diz o Ferraz.
5. Durma
Pesquisas da Universidade da Califórnia (EUA) apontam que a fase REM, quando acontecem os sonhos durante os sonos, estimula a criatividade mais do que outro período do sono ou quando você está acordado.
Durante os estudos, as pessoas que chegaram a essa fase do sono, tiveram um rendimento 40% melhor em testes de criatividade após o sono do que antes do período.

*Matéria originalmente publicada pelo site info abril

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Gtar


O diálogo de dois loucos - Grupo de Theatro Arte da Ribeira no Festmar de Verão

Icó é Notícia traz um pouco do trabalho do Grupo de Theatro Arte da Ribeira [GTAR]: "Diário de dois loucos".

A peça foi encenada pelo GTAR, um dos grupos convidados especiais do Festival Nacional de Teatro de Rua de Aracati, em sua época especial, mais conhecido por "Festmar de Verão".

O GTAR é formado pelos artistas Wellington Silva, Rafel Diego, Jucicleide Aldina, Beethoven Cavalcante, Iolanda Reis, Davina Fernandes, Francileide Silva, Matheus Silva e tem a frente Benedito Tavares

FESTMAR - O evento aconteceu nos dias 27 e 28 de julho e contou com a presença de grupos de teatro dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará, que encenaram ao ar livre pelas ruas do centro histórico de Aracati.

O Festival Nacional de Teatro de Rua em Aracati surgiu em 1999, idealizado pelo professor Tinoco Luna e tendo por iniciativa o Grupo Teatral Frente Jovem. O evento começou apenas com grupos de Aracati, passando depois a receber outros Municípios. Agora, recebe sete Estados brasileiros, do Nordeste ao Sul.

A realização do Festmar é do Instituto Aracupira de Cultura Brasileira [IACB], o Ponto de Cultura do Grupo Teatral Frente Jovem, com o patrocínio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará [Secult].




*Matéria postada originalmente por Yuri Guedes do Blog Icó é Noticia.

Aproarti


Aproarti disputa vaga no Prêmio Top 100 de Artesanato do Sebrae

Associação dos Produtores de Artesanato, Gestores Culturais e Artistas de Icó [Aproarti] foi uma das 13 entidades e artesãos do Ceará a passarem para a próxima fase do Prêmio Top 100 de Artesanato, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas [Sebrae].
O Ceará é o estado com maior número de grupos pré-classificados, segundo o Sebrae-CE. Em segundo lugar está Minas Gerais, com 12 grupos que seguem para a próxima fase. O prêmio recebeu 1.826 inscrições em todo o Brasil, das quais 81 foram do Ceará.

APROARTI - A presidente da Aproarti, Maria Soares Cândido, lembra que o selo do prêmio ajuda a divulgar os produtos nacionalmente, atraindo clientes. Ela foi entrevistada pelo jornal O Povo, que fez uma matéria sobre o artesanato cearense.

“Os compradores que chegam já sabem que são produtos de qualidade os feitos aqui”, atesta Maria Soares. Ela conta que o diferencial da Associação é levar as características da arquitetura histórica da cidade de Icó para toalhas de mesa e almofadas bordadas. “Nosso artesanato agrega cultura, história e arte. Bom para o grupo, bom para o município”, destaca Maria Soares.

PREMIAÇÃO - O Prêmio Top 100 de Artesanato é promovido pelo Sebrae e escolhe as unidades produtivas mais competitivas do país, reconhecendo o trabalho dos artesãos brasileiros. Este ano, 182 grupos disputam o prêmio.

A próxima fase será a visita, em março, dos consultores do prêmio para verificar as informações fornecidas pelos candidatos. Serão avaliados critérios como inovação dos produtos, adequação ambiental e cultural e gestão estratégica. A premiação final está marcada para 28 de agosto, no Rio de Janeiro.

A coordenadora estadual do programa de artesanato do Sebrae, Juniar Elleyan, explica que os 100 grupos premiados no Brasil tem acesso a vários benefícios. Os artesãos participam de eventos e feiras nacionais e ganham visibilidade no catálogo do prêmio.

“Eles recebem também um selo que pode ser usado por três anos, o que promove o local das vendas”, acrescenta Juniar. Os 100 selecionados vão receber também uma consultoria de adequação de seus produtos ao mercado, para aprimorar de condições trabalhistas até embalagem. Na segunda edição do prêmio, foram selecionados seis grupos de Mucambo, Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Redenção, Tauá e Icó.


*Matéria originalmente publicada pelo blog Icó é Noticia.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Icó





Novo momento em Icó!

























O município de Icó, a exemplo de várias cidades do nosso país, se depara atualmente com um momento de transformações muitos importantes na área da educação, com a chegada da Escola Estadual de Educação Profissional José Walfrido Monteiro, além do futuro campus da recém criada UFCA [Universidade Federal do Cariri].

De longe percebemos que os mais beneficiados serão os jovens, que precisam estar preparados para esta, digamos, "revolução". Primeiramente, os governos estadual, municipal e federal precisam estar engajados em ações que conscientizem a população em geral da importância dessas novas instituições na nossa cidade. Projetos que incentivem a juventude a ler mais, se interessar mais pela arte, pela cultura e pelo conhecimento são fundamentais.

Além disso, os próprios jovens precisam buscar neste novo momento o encorajamento necessário para valorizar a nossa região e o nosso município. É essencial que a garotada possa frequentar menos os bares e farras e passem a buscar mais as bibliotecas e as apresentações de música, teatro, enfim...Vale ressaltar que não sou contra nenhum tipo de divertimento e nenhum estabelecimento do Icó, só acho que cultura, além de aprendizado, também pode ser uma diversão!

Em suma, deixo meu recado aos cidadãos da nossa querida Icó: Vamos nos preparar em todos os sentidos para esta nova etapa da nossa história. Vamos lutar por políticas públicas que aproximem os nossos jovens da universidade que é nossa.

Seria muito bacana, em minha opinião, encontrar uma biblioteca mais atualizada, apresentações musicais e teatrais mais frequentes e acessíveis, ou até mesmo um curso pré-vestibular que capacite os nossos jovens, pois como diria Monteiro Lobato, um país se faz com homens e livros!


* Texto escrito por Fiamma Ferreira, publicado no blog "Calçada sem Fronteiras"

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Realizações pessoais...

Vestibulares!

15° lugar em teatro do IFCE - Fortaleza/CE


11°lugar na UFC - Fortaleza/CE

 1°lugar em teatro na Urca - Juazeiro do Norte/CE